2017 – curso de desenho por correspondência – abertura de arquivos

 

Sobre: Curso de Desenho por Correspondência

Tese de doutorado em Poéticas Visuais, ECA – USP, 2015Imagem1

Uma caixa contendo 7 cadernos. Um volume de apresentação abordando o processo de execução da tese e 6 fascículos, o “Curso de Desenho por Correspondência” propriamente dito. Impressos em uma impressora EPSON L800 com 6 tanques de tinta, os volumes apresentam uma boa qualidade de impressão, mas mantém um certa distância da gráfica profissional. Encadernados a mão em um processo de encadernação com costura do tipo japonesa denotam uma certa fragilidade. Seu uso ficará aparente, orelhas se formarão, a capa preta poderá se desbotar. E se água cair sobre eles imagens e letras se tornarão nódoas. A caixa guarda um curso organizado que pretende estabelecer um diálogo sobre o ato de desenhar enquanto se desenha.

A tese organizou um trajeto por entre uma bibliografia de 73 textos antigos, modernos e contemporâneos de mais de 40 autores. O desenho neste curso foi pensado como verbo, ação, processo, e também como linguagem; possibilidade de comunicação, possibilidade de conhecer o mundo ao nomeá-lo, possibilidade de constituir um mundo através de relações nem sempre amistosas; desenhar é uma tarefa difícil. Desenhar é produzir marcas com sentido e dar um sentido às marcas.

Os métodos de trabalho para a composição foram: edição, cópia, e tradução. Gravando as imagens, grifando os textos. Imprimindo as matrizes, escaneando os livros. Escaneando estampas, traduzindo citações. Aproximando os textos, substituindo palavras, negando os autores. Quis preservar a distância, a correspondência entre os desenhos deste curso.Criamos sentidos ao produzir correspondências. Correspondência pressupõe distância, não significa diminuição ou anulamento da distância, antes é a própria prova de sua existência.

convite_pos_poeticas++(1)

Durante 3 meses os arquivos da pesquisa estavam disponíveis em um espaço público, o Espaço da artes na ECA USP, na exposição Pós poéticas, entre novembro de 2016 e mrço de 2017. Cada parte do processo é autônoma  ainda que se relacionem entre si. Cada parte tem um vida anterior a tese e posterior a ela.